segunda-feira, 30 de Abril de 2012

Solar do Prado — Allegro '2004

Douro tinto de Vale da Espinhosa, produzido na Quinta "Souto Bom", que pertence ao psiquiatra Eurico Figueiredo, consiste num lote de Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca e Tinta Roriz, estagiado 9 meses em cascos novos de carvalho francês, de que se encheram "cerca de trinta mil garrafas", conforme indica o contra-rótulo.

Servido directamente da garrafa, foi bebido sem pressas, para ter tempo de abrir no copo. Simples mas ainda firme, mostrou ter atingido um ponto de razoável maturidade, evidenciada por numerosas notas de café, passas e chocolate. Aparenta ter vindo a perder a fruta e a integrar a madeira com regularidade no tempo, como se espera que aconteça quando um vinho de estrutura equilibrada envelhece sem precalços. Corpo mediano, harmónico, e final curto. Dito isto, é claro que, embora ainda goze de boa saúde, não valerá a pena conservá-lo mais tempo.

3€.

14,5