sábado, 12 de Maio de 2012

Arribeño — Verdejo '2010

O calor voltou e com ele a vontade e as ocasiões propícias ao consumo de quantidades generosas de brancos simples e estupidamente frescos, como este Verdejo de Rueda, engarrafado por H.A.G.S.A. — será Hijos de Alberto Gutiérrez, S.A.? — para os supermercados Mercadona. Sim, um vinho de marca branca, e logo um daqueles que não inspiram orgulho ao respectivo produtor: digo-o porque, apesar de já ser comum ver a paternidade destes vinhos "sem marca" assumida sem reservas, tal não acontece, de todo, neste caso. Decisões comerciais, enfim.

O líquido foi servido a 10ºC. De cor palha no copo, foi-se desdobrando durante a prova em sugestões várias de maçãs verdes e citrinos, sobretudo limão, talvez com algo vagamente herbáceo pelo meio (o contra-rótulo fala de funcho; eu, pessoalmente, não consigo ser assim tão assertivo). Firme na boca, terá o seu melhor na acidez bem trabalhada, que lhe pemitiu mostrar sempre um gosto franco, intenso e agradável. Como branco de piscina, funciona. Se bem me recordo, custou menos de 2€.

14